Última atualização: 27/08/19

Istambul fica localizada na divisa de dois continentes: Europa e Ásia. A parte europeia da cidade é onde se encontra boa parte das atrações mais famosas, mas porque não aproveitar para conhecer o lado asiático, que é super charmoso e bem diferente do lado europeu, e poder dizer que você pisou na Ásia se ainda não fez isto? Há diversas formas de fazer o passeio, através da rede de transporte da cidade ou em embarcações turísticas, mais organizadas e com guia, e em pouco tempo você sai da Europa e chega na Ásia! Leia nossas dicas e descubra como chegar no lado asiático de Istambul.

O lado asiático de Istambul tem diversas atrações históricas. Para chegar lá, há um ferry que parte de uma área central da cidade, próxima da Santa Sofia e da ponte Gálata. Há em torno de 3 barcos por hora, e o bilhete pode ser comprado usando as máquinas que ficam no píer de embarque. Você deve pegar o barco indo em direção de Kadikoy, que é a única parada desta linha. Este processo pode ser um pouco complicado se você tem pouco tempo ou não quer ter que se virar sozinho(a). Se busca mais conforto e assistência, pode reservar o passeio de barco guiado no Bósforo com parada em Kadikoy, clique aqui para visitar a página.

Há também um cruzeiro de meio dia completo pelo Bósforo e pelo Mar Negro, com visita a Palácio de Küçüksu e a Rumeli Hisar no lado asiático, que é maravilhoso. Clique aqui para conferir. 

A viagem independente (no ferry popular) em si é curta, e leva apenas 20 minutos, mas é lindíssima. Durante o percurso, você poderá ver a beleza de Istambul a partir da água, que é estonteante. Para ter as melhores vistas, ao entrar no barco, suba para o convés, a área ao ar livre no andar de cima, que é acessível através da escadaria localizada no centro da embarcação.

Leia também:  Pontos turísticos de Istambul: descubra a fascinante cidade turca

Uma vez lá em cima, você terá uma visão de 360 graus das três penínsulas de Istambul, e também dos lados europeu e asiático da cidade. O ponto alto do passeio fica por conta das gaivotas que acompanham a embarcação por todo tempo, voando a menos de um metro de distância. Os pássaros geralmente seguem o barco à procura de comida, já que muitos visitantes costuma jogar farelos de pão, portanto, se você quiser ter esta experiência única, não deixe de levar um presentinho para as gaivotas (veja o vídeo abaixo)!

Ao desembarcar, você perceberá que próximo de onde os ferry boats vindos do lado europeu chegam, ficam alguns cafés, que têm ótimas vistas do rio Bósforo. Lá próximo, há uma estação de trem histórica, construída pelos alemães por volta de 1800. A ideia por trás da construção da estação de trem era dar o primeiro gosto da Europa aos viajantes que chegavam de partes longínquas da Ásia por alí, e por isto o estilo europeu predominou no prédio.

Dica – Onde ficar em Istambul

Caso ainda não tenha reservado sua hospedagem em Istambul, a melhor área se hospedar lá é o distrito de Fatih (mais especificamente a parte de Sultanahmet, a área onde estão a Mesquita Azul e a Santa Sofia), e onde se encontra a maioria dos hotéis. Lá vários restaurantes, e dá para caminhar até a maioria dos pontos turísticos, e encontrar transporte público facilmente, tanto fluvial quanto terrestre. O Edibe Sultan Hotel, que fica a apenas 5 minutos da Mesquita Azul, é um bom hotel e costuma sempre esgotar rápido devido à sua proximidade da Mesquita Azul e aos preços baixos. Clique aqui para conferir a página deste ótimo hotel onde ficar em Istambul.

Leia também:  Pontos turísticos de Istambul: descubra a fascinante cidade turca

Se você se aventurar por Kadikoy, encontrará uma variedade de lojas, restaurantes e bares, além de um mercado super movimentado, onde poderá ver um pouco do dia-a-dia dos turcos. Desde de lojas vendendo todos os tipos de produtos alimentícios locais a roupas, bebidas, cigarro, lá você encontrará de tudo. Quando passamos pelo mercado, havia um grupo musical se apresentando no meio da praça, enquanto moradores dançavam ao redor, na maior alegria. O mercado fica do lado direito da avenida principal, que você vai ver logo ao descer do ferry.

Aquela parte de Istambul não parece ser tão moderna quanto o lado europeu, onde fica Taksim Square. Além disso, tem-se realmente a impressão de estar num lugar diferente, que não parece ser Istambul, com um gostinho da Ásia.

Se você programar bem o seu passeio, pode pegar o barco de volta durante o pôr do sol, que é um espetáculo (confira as fotos e o vídeo!).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui