Adoramos ir para Londres. Não é que essa seja uma opinião só nossa, é o que os dados confirmam ano após ano, que os brasileiros estão cada vez mais visitando a capital britânica. Visitamos mais e mais vezes, porque repetimos este passeio e não nos damos por satisfeitos. Mas o que Londres tem de delicioso é que há sempre coisas para fazer, e afinal, ficar entediado nela é uma tarefa árdua, sempre há a sensação de que temos um museu para visitar, um café desconhecido para experimentar, uma nova exposição para assistir, a sincronia de um ídolo em turnê na cidade, a restauração de um prédio ou uma rua, ou mesmo a abertura de um mercado imperdível que no ano passado ainda não havia sido inaugurado.

É por isso, e porque sabemos que às vezes é difícil definir prioridades quando se tem tantas opções, que quisemos fazer uma lista das cinco coisas que consideramos essenciais se você for para Londres e que não são tão óbvios quanto tirar uma foto no Big Ben:

  1. Vá a um musical em West End:

Apesar de muitos londrinos não gostarem da comparação, a West End é considerada a Broadway inglesa com aproximadamente 40 casas de espetáculos, numa área que abrange as ruas Oxford Street, Regent’s Street e a zona de Covent Garden. A comparação com a Broadway tem de fato suas razões, mas é importante lembrar que a West End, ou “Theatreland”, como preferem chamar os londrinos, tem uma história muito mais antiga, que remonta ao século XVll, quando William Shakespeare escreveu e encenou suas primeiras peças. 

A West End é definitivamente uma área de encontro de pessoas do mundo inteiro e um passeio perfeito para os amantes das artes. A área que ganhou a cara que tem hoje durante a Era Vitoriana no séc XIX, é definitivamente sinônimo de entretenimento de qualidade.

Dica: Mamma Mia, Matilda, O Rei Leão, Aladdin, Les Misérables ou O Fantasma da Ópera, Thriller – Live. Você pode encontrar ingressos em sites como a Olátickets, empresa espanhola que possui uma plataforma em português e com valores em reais para a venda de ingressos e experiências turísticas pelo mundo. 

2. Comendo em uma barraca do Borough Market:

Leia também:  Baixe aqui mapas turísticos e de metrô das principais capitais da Europa

Que Londres é uma cidade que respira à História, acredito que todos já saibam, mas  o que pensar de uma visita a um mercado que já completou mais de mil anos? Exatamente isso que você leu, o Borough Market está há mais de mil anos localizado ao sul do rio Tâmisa, e hoje oferece uma diversidade de opções como talvez nunca se tenha visto, com casa especializadas em: café da manha, almoço, happy hour, verdura, legumes, queijos, frios, embutidos, geléias, azeites, frutos do mar, doces, bolos, bebidas e delicatessens de todos os tipos. Tudo é muito bem organizado, e sempre muito cheio. 

Dica: faça a viagem para lá a partir de Millenniun Bridge e Tate Modern, pois esse lado do rio é lindo. 

pastedGraphic.png

  1. Uma excursão a Stonehenge:

Todos já ouviram falar sobre a mítica Stonehenge, com seu enigmático círculo de pedras localizado em Salisbury, mas poucos tiveram o prazer de conhecer esse Patrimônio Mundial adotado pela UNESCO. Sua origem é desconhecida, e bem provavelmente permanecerá pelos próximos séculos, mas, existem tantas teorias à respeito de seu surgimento, que há até aqueles que defendam que as “hanging stones” (pedras suspensas em tradução literal), que inspiraram seu nome, teriam sido trazidas e organizadas por extraterrestres. Outros que preferem acreditar que foi uma construção do próprio mago Merlin nos tempos de Avalon.  

Mas em meio a todos esses mistérios, uma coisa é fato, Stonehenge é uma construção linda, e uma visita confirma sua vocação como um lugar místico. Sua construção está perfeitamente alinhada há séculos incontáveis ao nascer do sol do dia mais longo do heminsfério norte, o famoso solstício de verão.   

Dica: Organize-se a tempo porque é melhor você fazer a viagem no meio da viagem. Tenha em mente que você vai precisar de um dia inteiro, e por mais que os ingressos sejam baratos (em torno de £ 10), você vai precisar comprar ingressos antecipadamente online. 

pastedGraphic_1.png

  1. Conheça da Torre de Londres até o Big Ben, de barco pelo Tâmisa:
Leia também:  Como visitar a Torre de Londres: o que ver e onde comprar ingressos

Aqui está um verdadeiro clássico, um passeio de barco pelo rio Tâmisa, passando pela Torre de Londres e terminando aos pés do fabuloso Big Ben. A Torre de Londres, que já foi tanto o Palácio Real, como uma prisão, tem guardada a impressionante coleção das jóias da Coroa Inglesa. Ao final do passeio, você conhecerá este que é mais do que uma atração turística, mas um símbolo do Reino Unido. O nome Big Ben na verdade esconde uma estrutura muito maior, pois é o apelido do sino interno da Elizabeth Tower que faz parte do prédio do parlamento inglês. O melhor de tudo é que durante o passeio você ainda vai passar por inúmeros outros marcos turísticos de Londres e jóias arquitetônicas, como: a Tower Bidge, o London Eye, a Catedral de São Paulo, o Tate Modern, a moderníssima prefeitura de Londres, o Shakespeare’s Globe, a London Bridge, entre muitos outros. 

Dica: Leve um bom agasalho, as temperaturas do rio são sempre mais baixas do que a média. 

pastedGraphic_2.png

  1. Faça um tour pela música britânica:

Para fechar com chave de ouro, já imaginou fazer uma excursão pela lugares mais importantes da história do rock? Do inescapável estúdio Abbey Road ao lar de Amy Winehouse, sem deixar de passar pelo berço do Punk. Aqui você verá os palcos dos primeiros shows, os antigos estúdios de gravação, os antigos escritórios e o teatro de propriedade dos Beatles. Vai passear por clubes emblemáticos como o Royal Albert Hall onde tocaram The Who, Rollings Stones, David Bowie e Jimi Hendrix. Aprenda sobre as raízes do rock nos palcos jazz, R&B e blues. Esse é sem sombra de dúvida um passeio perfeito para qualquer um apaixonado pela “Invasão Britânica”, um passeio pelos anos do sonho hippie e o nascimento da psicodelia sessentista; atravessa os sucessos e glamour de Elton John, Queen, Eric Clapton; revisita a revolução do Punk e a trajetória dos Sex Pistols e The Clash; passa pela rivalidade do Brit Pop entre Blur e Oasis, até chegar aos dias de hoje com a ascensão de Adele e Amy Winehouse.

Leia também:  Dicas para a compra de passes e passagens de trem na Europa

pastedGraphic_3.png