Bruges é uma das cidades medievais mais belas da Europa. Com dezenas dos seus prédios ainda intactos e pouco modificados ao longo do tempo, tem um charme único e mais parece ter saído de um conto de fadas. Andar por lá vai lhe dar a sensação de ter mergulhado no passado, e o cuidado evidente com que a história é preservada só torna a visita ainda mais especial. Se você está se perguntando se vale a pena visitar Bruges, não tenha mais dúvidas! Por estar tão próxima de Bruxelas, Paris e Amsterdã, a cidade oferece a oportunidade perfeita para quem quer experimentar ainda mais a mágica antiga da Europa, escapando um pouco das grandes capitais. Passamos um dia explorando a cidade e damos as dicas dos melhores passeios aqui.
Onde ficar em Bruges

Se você pretende passar mais que um dia na cidade, e ainda não sabe onde ficar em Bruges, o Hotel T Zand pode ser uma boa opção (clique aqui para conferir a página do hotel).

Se procura uma alternativa mais sofisticada (e até romântica) onde ficar em Bruges, considere o Hotel Academie. Clique aqui para obter mais informações sobre o hotel.

O que ver em Bruges

Bruges dispõe de várias atrações, e as mais famosas são igrejas e prédios municipais históricos. Se você viajar de trem, descerá na principal estação da cidade. É possível caminhar até o centro rapidamente, e as atrações vão sendo avistadas ao longo do caminho, logo na chegada. A caminhada não dura mais que 15 minutos, e você pode ir se guiando apenas olhando pelas torres altas da catedral e da igreja de Nossa Senhora, que podem ser vistas de praticamente todos os pontos da cidade.

Se você vai viajar de Bruxelas para Bruges, a melhor opção é certamente o trem. Temos um artigo completo com dicas da viagem de trem, que pode ser conferido clicando aqui. É possível também pesquisar as passagens diretamente no buscador de passagens de trem do lado direito da sua tela.

Apesar de ser relativamente fácil fazer o passeio sozinho, sem a ajuda de um guia, se quiser otimizar seu tempo e aprender mais durante a visita, pode valer a pena comprar um passeio guiado. Se estiver hospedado em Paris, por exemplo, pode fazer uma visita de um dia, em português. Clique no link a seguir para obter mais informações: Viagem de um dia de Paris a Bruges.

Vamos aos principais pontos turísticos de Bruges:

Antigo Hospital de São João (Memling in Sint-Jan)

No caminho da estação de trem para o centro, você passará por um pequeno pórtico, que dá entrada para o antigo hospital da cidade (também há uma outra entrada de frente para a igreja de Nossa Senhora, no caso de você começar o seu passeio em outra parte da cidade). O hospital do século XI é um exemplo maravilhoso da arquitetura medieval da cidade, teom um belo jardim e de lá se tem uma linda vistas da igreja de Nossa Senhora.

Leia também:  Os melhores pontos turísticos e passeios em Paris

Além de um museu, no antigo hospital há também uma galeria de arte, onde acontecem eventos durante todo o ano. Quando visitamos Bruges, estava em curso uma exposição de Picasso!

Onze Lieve Vrouw Kerk (Igreja de Nossa Senhora)

Esta é uma das mais belas e mais visitadas igrejas de Bruges. Com sua enorme torre de 122 metros, a mais alta da cidade, é provavelmente uma das primeiras estruturas que você verá ao chegar lá.

Além da arquitetura fenomenal, a igreja tem uma atração que poucas no mundo têm: uma escultura de Michelangelo. A “Madonna com Criança”, de 1504, feita de mármore Carrara, foi esculpida para enfeitar a Catedral de Siena, na Itália. No entanto, a família Mouscron, de Bruges, comprou a peça, que hoje se encontra num dos altares da Igreja de Nossa Senhora (a entrada custa 2 euros).

A igreja consegue ser ainda mais impressionante do que a própria catedral da cidade, e sua nave tem longos arcos enfeitados, decorados em tons escuros, além de belos altares e vitrais.

Ao terminar a visita, não deixe de dar uma volta ao redor do prédio, e se surpreenda com a fantástica arquitetura exterior, e também com a área onde a catedral se encontra, pois há um canal onde passeiam cisnes imensos, e uma linda ponte, considerada a menor da cidade! Não deixe de visitar este ponto turístico de Bruges!

Sint-Salvator Cathedral (Catedral do São Salvador)

A catedral de Bruges é ainda mais antiga que a Igreja de Nossa Senhora, e data dos tempos romanos. Da estrutura romana original, no entanto, restaram apenas pedaços de colunas que formavam o pórtico que dava acesso ao templo, e que ficam em exibição em uma seção separada da nave da igreja.

No interior da catedral encontram-se também tumbas antigas da Idade Média, descobertas durante escavações, e dão uma ótima ideia de como as gerações passadas da Bélgica encaravam a morte. As tumbas são decoradas com pinturas religiosas de cores vivas, bastante especiais.

Além dos vitrais e das pinturas belíssimas, o majestoso órgão também chama a atenção. Você perceberá que a catedral é bem menor e menos imponente do que a Igreja de Nossa Senhora, e isto se deve ao fato de a igreja ter sido escolhida para ser a catedral depois de já ter sido construída, não tendo sido criada com esse propósito.

Grand Place

As cidades mais importantes da Bélgica têm um ponto em comum: a Grand Place (ou Groet Markt, em holandês). A Grand Place é onde você encontra os prédios de maior esplendor arquitetônico na cidade, com fachadas elaboradas, de uma beleza quase indescritível, além também de ótimos restaurantes e bares, que oferecem uma vista privilegiada dos prédios grandiosos, e são lugares perfeitos para aproveitar um drink ou uma refeição enquanto se aprecia a paisagem.

Leia também:  Dicas para economizar na Europa

A Grand Place de Bruges é tão linda quanto a de cidades maiores, como Bruxelas, e lá se encontram pontos turísticos, como o Belfort, o campanário (sobre o qual falaremos com mais detalhe a seguir) e o Historium, que é o museu da cidade, e fica em um dos prédios mais distintos da praça, de pedra maciça cinza. As semelhanças entre as praças de Bruxelas e Bruges não é mera coincidência, e alguns prédios da praça de Bruxelas foram inspirados nos de Bruges, que são mais antigos.

Aproveitamos para conhecer o Le Panier D’Or, um ótimo restaurante, com staff simpático e preços atrativos, sem falar na cerveja belga servida lá, que é uma delicia. O ambiente do restaurante é ótimo, com uma enorme lareira, perfeita para os dias de inverno. Provamos o menu do dia, que incluía dois pratos (entrada e prato principal) por €17,50 e com várias opções, como patê de carne com torrada e coelho ao molho de cerveja preta, que estavam deliciosos. Se puder, não deixe de tomar um drink em uma das mesas do lado de fora, e relaxe vendo o movimento da Grand Place. O restaurante oferece Wi-Fi grátis, perfeito para quem gosta de atualizar o Facebook ou Instagram enquanto viaja!

Belfort (Campanário)

O Belfort é uma torre construída para abrigar o sino da cidade (de 6 toneladas!) e teve sua construção iniciada em 1300. Do alto do Belfort se tem uma das melhores vistas de Bruges, um panorama de 360 graus de uma altura de 100 metros! Mas, prepare-se, pois para chegar ao topo você terá que subir muitos lances de escada, e a subida pode ser cansativa, além de um pouco “conturbada”, já que a escada antiga é bastante estreita e tem gente subindo e descendo o tempo todo! Mas se você é fã de vistas do alto, vale a pena!

No caminho para o mirante no topo, você encontrará dois salões, um que abriga o sino e seu maquinário (instalado posteriormente, já que o sino era tocado manualmente todos os dias) e outro salão em que uma exibição conta a história da estrutura.

O ingresso do Belfort custa 8 euros para adultos e 6 euros para crianças. A vista é impagável, não deixe de conferir este ponto turístico de Bruges!

Burg

Pertinho da Grand Place e do Belfort fica uma outra praça, a Burg, que tem prédios lindíssimos para apreciar e visitar. A praça é bastante importante historicamente, já que lá foi construído o primeiro castelo de Bruges, e a pequena vila que se transformou na cidade se formou ali. Na Burg se encontra o prédio da antiga prefeitura, que, apesar de pequeno, tem um dos salões medievais mais belos de toda a Europa.

Leia também:  De Frankfurt à Heidelberg: conheça a “mais bela” cidade da Alemanha

Era neste salão, ricamente decorado com pinturas, detalhes dourados e um teto único, onde se reuniam os membros do conselho que administrava a cidade no passado. O salão tem tanta pompa e beleza que não há como não ficar boquiaberto. Apesar de o museu ter apenas dois salões, os seis euros cobrados pela entrada dão direito a visitar também um outro prédio nas proximidades, o Brugse Vrije, que era de onde a região rural ao redor de Bruges era governada, e onde ficava também o tribunal da cidade.

Na praça Brug fica também a Basílica do Sangue Sagrado, uma das menores basílicas do mundo. Construída no século XII, abriga um relicário que dizem ter sido trazido da Terra Santa, contendo o sangue de Jesus Cristo (por isto o nome da basílica). A fachada da igreja é espetacular. Antes de entrar, não deixe de prestar atenção em todos os mínimos detalhes do prédio. Ao planejar sua viagem, lembre-se de este ponto turístico de Bruges não abre às quartas-feiras!

Steenstrat

É tudo tão antigo em Bruges que se torna até estranho encontrar uma rua com toques modernos, com lojas e marcas reconhecidas. Steenstrat é a principal rua de comércio da cidade. Fica em frente à catedral e vai até a Grand Place. Lá, você tem a sensação de ter saído do passado e voltado para o presente. É na Steenstrat que os turistas e locais passeiam e fazem compras, seja de roupas ou dos deliciosos chocolates belgas. Como não poderia deixar de ser, a arquitetura dos prédios dessa rua é fantástica, e vale a pena dar uma passada por lá para fazer um passeio em Bruges diferente.

 

Passeio de barco em Bruges

Bruges é cortada por canais, e um passeio de barco lhe dará a oportunidade de ver mais da cidade, de um ponto de vista diferente. Geralmente conduzido por um guia, que também opera o barco, o passeio dura em torno de meia hora, e passa pelos principais canais de Bruges. O guia torna o passeio ainda mais interessante, pois dá explicações sobre os prédios e pontes da cidade, o que pode ser bastante educativo. Um dos destaques do passeio é a passagem pelo Lago do Amor, onde há uma concentração de lindos cisnes, em uma área de beleza fenomenal.

O passeio custa sete euros por pessoa, e o ponto de embarque fica pertinho da praça Brug. Sem dúvida, um dos melhores passeios em Bruges.