Frankfurt é surpreendente. Apesar de ter sido devastada durante a Segunda Guerra Mundial, a capital financeira da Alemanha encanta com a diversidade da sua arquitetura e suas atrações. Desde de prédios históricos a alguns dos maiores arranha-céus da Europa, a cidade tem de tudo! Exploramos os principais pontos turísticos de Frankfurt e damos as dicas aqui.

Onde ficar em Frankfurt

A cidade tem uma enorme gama de opções de hotéis, para todos os bolsos, e se você ainda não decidiu onde ficar em Frankfurt, uma boa área pode ser a região da estação central de trem, a Frankfurt HbF. Ela é conectada com a rede de metrô da cidade e fica perto de alguns pontos turísticos. O InterCity (clique aqui para visitar a página do hotel), é uma opção com bom custo-benefício naquela área.

Se você está querendo economizar na sua estadia, vale a pena se hospedar um pouco mais distante do centro antigo, pois os preços caem bastante. Uma outra boa opção onde ficar em Frankfurt é o hotel Meininger, que tem ótimos preços e quartos modernos e confortáveis. Clique aqui para conferir a página do hotel. 

Agora vamos aos pontos turísticos de Frankfurt: 

Ponte de Ferro (Eiserner Steg)

A bela Ponte de Ferro oferece lindas vistas do centro de Frankfurt, conhecido carinhosamente como Mainhattan (um trocadilho que usa o nome do rio Main e Manhattan). Com alguns dos prédios mais altos da Europa, o centro financeiro da cidade impressiona, e partir da ponte você pode fazer ótimas fotos de lá e do rio, além de poder caminhar tranquilamente, já que a ponte é para pedestres apenas.

Não deixe de prestar atenção nos milhares de cadeados coloridos presos à ponte, deixados lá por casais apaixonados, como demonstração da eternidade do seu amor. Construída em 1868, a Ponte de Ferro sobreviveu os bombardeios da guerra, e liga as margens norte e sul do rio, levando até o centro antigo e a Catedral da cidade, o próximo ponto turístico de Frankfurt na nossa lista.

Catedral de Frankfurt

Com seus 95 metros de altura, a imensa e impressionante torre da Catedral de Frankfurt pode ser vista de várias partes da cidade,

Sendo por muito tempo o centro religioso e das atividades sociais da cidade (vários reis alemães foram coroados lá). O primeiro prédio a ser construído naquele lugar teve origem na era medieval, e a catedral em sua forma atual começou a ser construída por volta do século XIV. O exterior é impressionante, mas o interior da catedral deixa a desejar, principalmente se você já visitou outras igrejas góticas importantes, como a Catedral de Colônia ou a Abadia de Westminster, em Londres.

Leia também:  Trem Amsterdam Berlim - saiba como fazer essa viagem

Enquanto lá, é possível visitar o museu que fica anexo ao prédio onde você poderá ver belas peças que fazem parte do tesouro da catedral, bem como artigos religiosos e até antigas vestimentas de bispos e padres do passado. A entrada custa 3 euros, e vale a pena, se você gosta de história.

Romerberg

A Romerberg é a praça mais central e mais bonita do centro antigo de Frankfurt. A praça tira o seu nome do principal prédio que lá se encontra, a prefeitura da cidade, conhecido como Romer.

Esta bela parte histórica da cidade, assim como muitas outras, foi completamente destruída durante os bombardeios da Segunda Guerra Mundial, e posteriormente reconstruída de acordo com fotos e plantas.

No centro da praça fica a bela fonte da Justiça, construída em 1542, e um outro prédio importante que vale a pena ser visitado lá é a Alte Nikolaikirche, a pequena igreja gótica que data do século XI!

Nos dias de sol, não há nada melhor do que sentar em um dos cafés/restaurantes da Romerberg para apreciar a paisagem e ver o movimento de pessoas. Aproveitamos a oportunidade para provar alguns pratos da região enquanto lá, e não nos arrependemos!

A prefeitura da cidade é um prédio enorme, sobre o qual falaremos em mais detalhes a seguir, já que ela é o próximo ponto turístico de Frankfurt na nossa lista.

Romer

O nome dado ao prédio da prefeitura, Romer, vem dos settlements romanos que existiam na área. A estrutura que vemos hoje em dia lembra bastante outras encontradas nos centros antigos de cidades com Amsterdam e Bélgica, e foi construída no século XV, tendo sido subsequentemente reconstruída após a guerra.

Se você tiver tempo para explorar, não deixe de ir aos fundos, fora da praça, onde você poderá ver a parte mais moderna do prédio, construída por volta do século XIX. Lá fica a Ponte dos Suspiros, inspirada na ponte de mesmo nome em Veneza. Reza a lenda que a ponte foi assim batizada pelo cidadãos de Frankfurt, que tinham que passar por lá para pagar seus impostos, suspirando no caminho! A ponte é bastante imponente, sustentada por imensas figuras humanas de pedra, e certamente vale uma visita.

Leia também:  Trem de Praga a Berlim – dicas completas para fazer a viagem perfeita

Paulskirche (Igreja de São Paulo – Assembleia Nacional Alemã)

A Igreja de São Paulo é politicamente bastante importante na Alemanha, já que foi lá onde foi formado o primeiro governo democraticamente eleito do país.

Assim como o restante daquela parte da cidade, a igreja foi atingida por bombardeios das forças aliadas no final da Segunda Guerra Mundial. Por representar a democracia alemã e o berço da república, a igreja foi escolhida para ser o primeiro prédio a ser reconstruído na cidade.

A entrada é grátis, e lá dentro há uma exibição permanente sobre a história do parlamento alemão e sobre o prédio também, com fotos da destruição sofrida durante a guerra, além de um painel de 360 graus.

Museumsufer (Aterro dos Museus)

Assim como todas as principais capitais do mundo, Frankfurt também tem o seu distrito de museus. A diferença é que lá, os museus ficam todos concentrados às margens de um rio, o rio Main, o principal da cidade. A área é conhecida como Museumsufer, algo como Aterro dos Museus (em tradução livre).

Por volta do século XVIII, as famílias ricas de Frankfurt começaram a construir mansões maravilhosas às margens do rio, e depois da construção do Städelsches Kunstinstitut, o primeiro museu da área (e principal), várias das propriedades foram convertidas em museus ao longo da Schaumainkai, a avenida beira-rio.

Hoje em dia há mais de 10 museus na área, e entre os mais importantes estão o Stadel (arte clássica moderna e grandes mestres) e o Liebieghaus (museu de esculturas).

Ao passear pelo Museumsufer, não deixe conferir o Museumspark, um belo parque que fica escondido no Museum für Angewandte Kunst (Museu de Artes Aplicadas). Em dias ensolarados o parque fica lotado de famílias com crianças, casais e jovens, reunidos ao redor da fonte encontrada no parque.

Eschenheimer Turm (Torre Eschenheimer)

Esta impressionante torre de quase 50 metros é uma das únicas fortificações medievais ainda em existência em Frankfurt. Em estilo medieval, a torre circular fica no meio do centro moderno de Frankfurt, e lá perto também é possível ver partes da antiga muralha que circulava e protegia a cidade de invasores.

A construção da torre Eschenheimer foi terminada em 1428, e ela serve como testamento do poder de Frankfurt naquela época, quando já era uma cidade imperial que fazia parte do Sacro Império Romano. Haviam mais de 60 torres do mesmo tipo na cidade, e todas foram demolidas, com exceção de Eschenheimer, que foi preservada como monumento.

Leia também:  Como ir de Berlim a Munique de trem: dicas para a viagem perfeita

Você pode chegar até a torre facilmente caminhando a partir de Romerberg (a praça central antiga) ou de metrô, descendo na estação Eschenheimer Tor.

Galeria

Apesar de não ser bem uma atração, o shopping center Galeria merece uma visita, apenas por causa do seu terraço e das ótimas vistas que se pode ter de lá. Além de ser um ótimo lugar para compras, o Galeria tem um bar super legal na cobertura, onde você pode relaxar e aproveitar para tomar um drink ou comer algo, enquanto aprecia a vista da cidade. Um ótimo passeio em Frankfurt!

Alter Opera (Velha Ópera)

Este prédio majestoso foi construído em 1880, e levou 7 anos para ser terminado. Considerada uma das principais óperas da Alemanha, vários obras importantes estrearam lá, a exemplo de Carmina Burana.

O prédio não deixa nada a desejar quando comparado com outras óperas famosas da Europa, como a de Viena, apesar de ter sido quase completamente destruído durante a Segunda Guerra Mundial. A reconstrução da Ópera de Frankfurt só terminou nos anos 80, quando o prédio reabriu como um complexo multiuso, já que um novo teatro havia sido construído em outra parte da cidade, a Nova Ópera, nos anos 50. Não deixe de conferir este ponto turístico de Frankfurt!

Grüneburgpark

Grüneburgpark é um dos principais parques de Frankfurt, e tem algumas atrações interessantes, como o Jardim Coreano, que tem vários prédios inspirados na arquitetura daquele país. O jardim foi um presente da Coreia para a cidade de Frankfurt, e tem quatro seções distintas que representam as quatro estações do ano.

O parque é enorme, com vários hectares de espaços verdes e florestas, e a sua história é rica, e envolve até a famosa família de banqueiros Rothschild, que foi dona das terras onde se encontra o parque e de um palácio que lá ficava por mais de um século. Infelizmente, o palácio que deu nome ao parque (Grunen Burg significa Castelo Verde), foi destruído durante os bombardeios aliados, na Segunda Guerra Mundial.

LEIA MAIS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui