Melhor do que viajar pela Europa é viajar pela Europa gastando pouco. Existem várias formas de economizar no Velho Continente e fazer com que o seu real (ou euro) vá mais longe. Reunimos aqui para você dez dicas infalíveis de como economizar na Europa. Aproveite!

 

 

1. A economia começa antes mesmo de sair de casa. Se você decidir comprar euros antes de viajar, pesquise o valor do câmbio e da comissão oferecidos por pelo menos três agências de câmbio diferentes. Se for usar o seu cartão de débito para sacar dinheiro enquanto na Europa, procure sacar o máximo que puder de cada vez para economizar na taxa pagável por saque. Apesar da taxa cobrada, os caixas eletrônicos irão sempre oferecer o melhor câmbio. E não esqueça: use sempre o seu cartão de débito para sacar dinheiro e o cartão de crédito para compras e não o contrário e nunca troque dinheiro em aeroportos, já que a diferença das taxas em relação às agências de pontos mais centrais pode ser de até 15%.

 

2. Evite restaurantes populares entre turistas, principalmente aqueles que têm menus em várias línguas e placas do tipo “We speak English”. Os restaurantes frequentados pelos locais podem não ser os mais baratos, mas servem comida de qualidade superior, oferecem uma experiência autêntica da cultura local e você vai acabar recebendo mais pelos seus euros.

 

3. Se estiver viajando na primavera ou no verão, faça picnics! Além de oferecer um ótima oportunidade para conhecer os parques da cidade que estiver visitando, os picnics podem ajudar a economizar bastante dinheiro em comida. É super fácil encontrar supermercados ou delicatessens nas redondezas dos parques, oferecendo comida de ótima qualidade e por preços acessíveis, bem mais baixos que os dos restaurantes.

 

Leia também:  Os melhores passeios e pontos turísticos de Florença

4. A Europa tem milhares de albergues com quartos que chegam a custar a metade do preço dos hotéis mais baratos. E, não se engane, os albergues não estão limitados a jovens. Hoje em dia, pessoas de qualquer idade se hospedam nestes estabelecimentos. Se você está viajando em grupo, pode acabar economizando uma fortuna ao reservar um só quarto em um albergue, em vez de vários quartos em um hotel. Sem falar no benefício de poder usar a cozinha do lugar para preparar suas refeições. Você pode pesquisar por albergues em toda a Europa no site dos nossos parceiros, Hostelbookers. Selecione português no menu no topo da página.

 

5. Se você prefere ficar em hotéis e está viajando com amigos, uma ótima solução é dividir um quarto. Hotéis europeus mais modernos têm quartos de todos os tamanhos e a administração não se incomoda de colocar camas extras quando necessário. Geralmente, dois casais dividindo um quarto quádruplo irão economizar 33% – em torno de 60 euros por noite – o suficiente para um jantar simples para quatro. O site Booking.com tem centenas de hotéis que oferecem quartos para quatro pessoas ou mais.

Leia também:  Visitando a Torre Eiffel: dicas e informações importantes

 

6. Para economizar em restaurantes, evite beber água mineral, que pode custar bastante caro na Europa. É comum pedir tap water ou L’eau du robinet (água da torneira em inglês e francês) que geralmente é servida com gelo e limão.

 

7.Se você pretende viajar para vários países, como França, Espanha e Portugal, por exemplo, é preferível pagar taxa extra para desembarcar em Paris e embarcar de volta ao Brasil em Lisboa. Porque, mesmo que compre uma passagem mais barata no Brasil para desembarcar e embarcar em Paris, os custos vão ficar bem mais altos com as passagens de trem ou de avião entre a cidade de início e de fim da viagem, além de perder tempo em filas para check-in, embarques e desembarques.

 

8. Ônibus são geralmente mais lentos, mas custam a metade do preço dos trens. O “busão” pode lhe fazer economizar bastante no Reino Unido, por exemplo, que tem o sistema ferroviário mais caro da Europa. Uma viagem entre Londres e Edimburgo, na Escócia, chega a custar 90 libras, enquanto a viagem de ônibus custa apenas 15 libras. Você pode pesquisar por passagens de ônibus baratas dentro da Europa no site dos nossos parceiros, National Express Eurolines.

Leia também:  Pontos turísticos de Nice e onde ficar em Nice: guia completo dos melhores passeios

 


9. Use o transporte público para se locomover do aeroporto ao hotel. Todos os principais aeroportos da Europa estão conectados ao centro das cidades por trens, metrôs e ônibus, ótimas alternativas aos taxis. A maioria dessas formas de transporte irá lhe levar do aeroporto ao centro da cidade em meia hora, economizando dinheiro suficiente para pagar pelo almoço ou jantar! Algumas comparações, para você ter uma idéia: Londres (Metro: 6 libras – Trem expresso: 15 libras – Taxi: 50 libras saíndo de Heathrow), Roma (Trem: 11 euros – Taxi: 40 euros).

 

10. Em qualquer lugar da Europa, as grandes lojas de departamento vendem suvenires e cartões postais por até 20% menos que nas lojinhas de rua próximas das grandes atrações turísticas. As mesmas lojas de departamento (como El Corte Ingles, na Espanha, e John Lewis, em Londres) também têm lanchonetes baratas e banheiros grátis. Se tiver tempo, vá até uma dessas lojas para comprar presentes para amigos e família.

 

Lembre-se: tempo é dinheiro. Portanto, vale a pena planejar bem a sua viagem, antes de sair de casa, para evitar perda de tempo e gastos desnecessários. E nunca deixe de ir a um país porque ele tem fama de caro. Você pode acabar gastando até menos que em outros países com fama de “baratos”, se souber viajar bem e economizar. Boa viagem!

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui